BIBLIOTECA

» Mais artigos, notícias e cases

Ecossistemas Empresariais - equilíbrio ecológico nos negócios

Numa comunidade de negócio onde todos podem aprender e ganhar, gerando mais valor aos clientes e atraindo mais oportunidades e resultados para crescer, pode-se dizer que existe um verdadeiro equilíbrio ecológico

O termo ecossistema tem origem no estudo da natureza e seus fenômenos, significando “o conjunto de uma comunidade de organismos e seu meio ambiente, funcionando como uma unidade ecológica”. Ganhou maior importância com o crescimento da consciência coletiva sobre as preocupações ambientais, traduzindo o conceito de interdependência entre as diversas partes do nosso mundo, que precisam ser preservadas para não sofrermos as consequências do desequilíbrio.

Mais recentemente o termo foi introduzido por analogia no mundo dos negócios, definindo uma rede de colaboração de empresas dentro de um modelo de negócio, que estabelece uma comunidade para geração de valor superior. Assim, poderíamos citar como exemplos significativos os casos da Amazon e da Apple, que criaram empreendimentos baseados na atração e integração de inúmeros parceiros para oferecer serviços inovadores e sofisticados aos seus clientes. Ambos negócios tem uma lógica de simbiose, em que muitas empresas e empreendedores aportam produtos e serviços para sustentar uma proposição de valor perante os clientes, que satisfeitos propiciam remuneração aos participantes e demanda para crescimento do sistema.

O conceito está atrelado a um movimento crescente direcionado pela necessidade de oferecer cada vez mais conteúdo diferenciado ao mercado, para conquistar novas e maiores oportunidades de geração de receita, impulsionado pelas novas tecnologias digitais. Com isso, a competição tem migrado de produtos fornecidos por empresas para concorrência entre cadeias de valor ampliadas. Produção, distribuição, comercialização, e vários serviços pós-venda podem ser providos por diferentes empresas parceiras, com suas contribuições orquestradas sinergicamente por uma empresa gestora do modelo de negócio. Juntas formam uma empresa virtual com fronteiras definidas por processos, regras e sistemas integrando múltiplas competências, exercidas por participantes especializados no que fazem.

A abordagem de ecossistema, começando pela cadeia de valor ampliada, trás claras vantagens para o modelo de negócio de um empreendimento, ao ampliar sua capacidade de oferecer ao mercado uma proposição de valor superior. O benefício se traduz tanto pelo conteúdo e experiência entregues aos clientes, quanto pela eficiência na sua realização, ao se utilizar recursos otimizados de parceiros. Assim, a estratégia não fica restrita às condições da empresa que vai implementá-la, mas pode explorar novos horizontes para fazer mais diferença e atrair mais valor. São muitos os empreendimentos configurados dessa maneira atualmente: fornecedores de equipamentos tecnológicos, de serviços profissionais, de bens de consumo, valendo-se de uma rede de parceiros para complementar e viabilizar a sua oferta, alcançar clientes em larga escala, e atender expectativas mais elaboradas.

A contrapartida são os desafios para se estruturar e operar com essa abordagem, pois o desempenho do negócio dependerá da atuação alinhada e eficiente dessa rede de colaboradores, engajados em otimizar a percepção de valor dos clientes e compartilhar as oportunidades de ganhos. Para tanto, é fundamental: definir claramente os compromissos entre os participantes, sistematizar e padronizar os fluxos chaves de informação e relização, reconhecer pontos focais e responsabilidades, e estabelecer uma dinâmica de governança e aprendizagem para aprimoramento baseado em melhores práticas.

O esforço bem conduzido compensa, pois numa comunidade de negócio onde todos podem aprender e ganhar, gerando mais valor aos clientes e consequentemente atraindo mais oportunidades e resultados para crescer, pode-se dizer que existe um verdadeiro equilíbrio ecológico.

Assinatura: Roberto Rinaldi Jr.

Produzido por Planin Online